in-storemedia marketing shopper

O comportamento do Shopper no Ponto de Venda

15
Jan

ponto-de-venda

Na in-Store Media analisamos constantemente os hábitos dos compradores na hora de realizarem as suas compras. Entender como planeiam, como e quando decidem a marca e o produto, como conhecem a inovação, etc… são o tipo de informação que utilizamos para o desenvolvimento de novos suportes e acções de comunicação no Ponto de Venda.

De seguida expomos um conjunto de dados sobre a atitude do consumidor durante o processo de compra que resultam de investigações e estudos que realizámos ao longo do último ano.

O Shopper planeia? Sim, cerca de 92% dos compradores planeiam uma “lista de compras” antes de se dirigirem ao Ponto de Venda. Nesta lista o comprador anota o nome genérico do produto – a marca que comprará apenas a decide em loja, diante do linear. Também é verdade que quanto maior a idade e maior o poder aquisitivo, menos planeada e muito mais improvisada e impulsiva será a compra. De qualquer maneira, ainda que seja planeada, a compra nunca seja de ser dinâmica: esquecimentos, caprichos, ofertas e novidades definem o cesto final.

Por outro lado, cerca de 46% dos Shoppers prefere realizar uma compra semanal grande e outras mais pequenas consoante necessidades pontuais, enquanto que 28% efectua uma grande compra mensal e pequenas compras em determinados momentos. Os Supermercados e os Hipermercados são os estabelecimentos mais comuns na hora de realizar a grande compra.

Na hora de eleger o estabelecimento onde irá efectuar a compra, o preço é a variável prioritária para a maioria dos compradores que valorizam preços competitivos, ofertas e promoções. A qualidade é uma variável valorizada por uma minoria que escolhe estabelecimentos com produtos frescos, variedade na oferta e uma exposição clara e ordenada do produto.

Em loja, o Shopper adopta 2 tipos de atitude dependendo do rol da categoria: a de capricho, baseada na parte emocional; e a de necessidade, baseada na razão. Dependendo de qual seja a atitude do Shopper, a mensagem a utilizar deverá ser mais emocional ou mais recional para conseguir um impacto mais eficiente.

E é aqui, na loja e diante do linear, que o comprador conhece a inovação sendo este canal duas vezes mais relevante do que a TV e a internet.

Compartilhar:
in-storemedia.pt